Como Memorizar Melhor: conceitos simples para potencializar seus estudos

Tempo de leitura: 7 minutos

Saber como memorizar melhor o conteúdo estudado e uma das maiores dificuldades de qualquer concurseiro(a).

Quando se começa os estudos para provas de concursos, vestibulares, ENEM ou faculdade, o volume de conteúdo que deve ser aprendido, geralmente, assusta o estudante. Aprender o que se estuda é fundamental, mas também é importante saber como memorizar melhor.

De nada adiantaria entender tudo o que foi visto se no dia seguinte você não se lembrar de quase nada. Sem falar das matérias que são mais decoreba, como leis, história e fórmulas matemáticas.

Ou seja, saber memorizar mais também deve fazer parte de uma rotina de estudos efetiva, de modo que você consiga alcançar a sua aprovação. Aproveite as dicas deste artigo sobre como memorizar melhor e aprenda muito mais, com menor esforço e em menos tempo.

>>> Curso Estudo e Memorização do Renato Alves

Faça uma autoexplicação por escrito

Uma das maneiras mais eficientes para memorizar uma grande quantidade de dados é fazendo uma explicação para si mesmo, usando as suas próprias palavras, do seu jeito, por escrito, à mão ou digitando no seu computador.

Não importa se o texto ficar arrumadinho ou não. O mais importante é fazer o texto com a sua cara, de modo que fique o mais familiar possível para você.

A memória de leitura é um dos principais recursos de memorização e deve ser aproveitado sempre que possível, por isso, elabore seus próprios textos, resumos e esquemas e faça a revisão desse material pelo menos uma vez por semana.

Explore a sua memória auditiva

como memorizar melhor- memoria auditiva

Outra maneira de memorizar melhor que pode gerar bons resultados nos seus estudos é usando a memória auditiva. Mas não adianta usar qualquer tipo de áudio ou vídeo-aula.

É essencial que o conteúdo que você esteja escutando seja agradável para você. Isso porque o seu cérebro precisa entender o que você está escutando como algo positivo e, assim, facilitar com que as informações sejam incorporadas na memória de longo prazo.

Além de assistir aulas e vídeos sobre as matérias que você precisa memorizar, você pode gravar sua própria voz, mesmo que seja apenas para ditar resumos ou lembretes rápidos.

Planeje um estudo intercalado

As técnicas de memorização não ajudam apenas a estudar de forma diferente do tradicional, mas também a otimizar o estudo clássico por leitura, vídeos ou outra forma que você mais gostar de estudar o conteúdo para suas provas.

Uma dessas técnicas para memorizar melhor é o estudo intercalado, que consiste em alternar matérias com características diferentes no seu cronograma de estudos. Esse método funciona muito bem por não cansar o seu cérebro com o mesmo tipo de estímulo, evitando que detalhes importantes passem despercebidos.

O ideal é estudar por no máximo 2 horas cada matéria, intercalando entre fáceis e difíceis, teóricas e práticas, chatas e interessantes ou entre humanas e exatas.

Elabore mapas mentais

mapas mentais

Essa é uma das melhores técnicas de memorização para concursos públicos, vestibulares ou qualquer tipo de prova, já que serve para representar o conteúdo de forma prática e rápida.

Os mapas mentais são representações de tópicos ou assuntos através de figuras, ícones, palavras e frases curtas em forma de mapas com ramificações. Para construir um mapa mental, é preciso, primeiro, definir um assunto chave e desenhar os desdobramentos desse assunto com figuras e palavras-chave que os representem.

Uma dica importante sobre mapas mentais é levá-los com você para que sejam consultados também fora do seu local de estudos, servindo como revisão e reforço de memorização nas horas vagas.

>>> Quero ver as Dicas do Campeão de Memória <<<

Memorize com mnemônica por sílabas

A técnica mnemônica para memorização é bastante usada para decorar palavras difíceis, sequências de fatos, letras de lei, fórmulas, características de objetos ou qualquer outra informação complicada de ser memorizada.

Um exemplo bem conhecido por quem estuda para concursos públicos é o mnemônico SO CI DI VA PLU, usado para gravar os princípios fundamentais da Constituição Federal do Brasil. Onde SO=soberania, CI=cidadania, DI=dignidade da pessoa humana, VA=valores sociais do trabalho e da livre iniciativa e PLU=pluralismo político.

Faça associações

A associação de informações é um método fácil e muito eficaz para aprender como memorizar melhor. Essa técnica consiste em fazer uma relação entre um conteúdo e qualquer coisa que seja familiar para o estudante.

Um exemplo de aplicação desse método é a criação de uma conexão entre as leis de direito do trabalho com o seu último emprego. Ou, então, fazer uma associação de fatos históricos com os objetos antigos da casa dos seus avós.

O importante é que sejam itens ou situações comuns no seu dia a dia ou que estejam frescos na memória, para que sejam lembrados facilmente.

Crie o hábito da releitura e da repetição

Esse modo de memorizar é bem antigo, usado desde a pré-escola, quando a professora pedia para repetir tudo o que estava no quadro negro. Mas, nem por isso ele deve ser descartado, já que é muito eficaz também para jovens e adultos.

Reler o seu material de estudo e repetir os pontos mais importantes para você mesmo, é uma ótima forma de fixar na memória tudo o que foi aprendido.

Crie perguntas e respostas

como memorizar melhor

Essa técnica de memorização para concurseiros(as), vestibulandos e estudantes em geral é bastante usada principalmente por quem precisa encarar uma prova dissertativa ou uma redação. Mas, também pode ser usada por quem vai fazer provas com questões de múltipla escolha.

Esse método para memorizar melhor consiste em transformar textos convencionais em perguntas e respostas. Ou seja, fazer com que o conteúdo fique mais contextualizado, facilitando com que seja entendido e memorizado.

Veja também:

Treine com simulados

Os simulados são excelentes maneiras de treinar velocidade de resposta e também de se adaptar aos estilos de questões de prova e medir a evolução do aprendizado.

Quanto mais simulados direcionados à sua futura prova você fizer, mais provável será encontrar questões semelhantes no momento da sua avaliação. Desse modo, as respostas virão mais facilmente à sua mente, diminuindo o risco do tão temido branco na hora da prova.

Invente frases malucas

Essa técnica para memorizar melhor pode parecer bastante esquisita à primeira vista. Mas não se engane, ela é ótima para gravar dados mais difíceis.

Quando você pensa em algo muito inusitado, a imagem mental desse pensamento não sai fácil da sua cabeça, não é verdade?

Imagine, por exemplo, uma girafa azul atravessando a sua rua com uma placa pendurada no pescoço. Nessa placa você pode imaginar aquela frase que você precisa tanto decorar.

Deixe a imaginação criar, quanto mais esquisita for a sua imagem mental, mais forte será o impacto na sua mente e mais fácil ficará de armazenar na memória de longo prazo.

Gostou das dicas do artigo? Compartilhe este texto com seus amigos que estudam para provas difíceis e que desejam saber como memorizar melhor.