Como ter mais Foco nos Estudos para Concursos Públicos

Tempo de leitura: 9 minutos

Ter mais foco nos estudos é, certamente, o sonho de todo concurseiro.

Basta fazer uma busca rápida pelo Google e vai encontrar inúmeros artigos e vídeos com “dicas infalíveis” de como ter mais foco nos estudos.

Como acreditamos que não há uma fórmula mágica para se manter focado ou mesmo uma dica única para eliminar suas distrações, faremos algo diferente.

O grande problema em buscar por soluções rápidas nas páginas da internet é que com certeza você as encontrará, mas será mesmo que isso servirá para seus estudos?

Nós mesmos já cansamos de vasculhar inúmeras páginas e vídeos contendo dicas para ter mais foco nos estudos e muito do que vimos, infelizmente, não funciona para a maioria por um motivo simples: Você aplicaria um medicamento no seu filho sem saber antes qual é a causa da enfermidade?

Acredito que não. Então por que buscar por uma solução se você não sabe o motivo da sua falta de foco nos estudos?

Se você também já está de saco cheio de soluções rápidas, este artigo irá mostrar exatamente o que você precisa saber sobre:

  •         O principal motivo para sua falta de foco;
  •         Como eliminar sua principal falta de foco nos estudos;
  •         Aumento de foco com o estudo ativo;
  •         Por que ter uma big win é importante.

O principal motivo para sua falta de foco

falta-de-foco-nos-estudos

 

Um estudo recente realizado pelo Instituto Deândhela – especializado em treinamentos de alta performance – com cerca de 200 pessoas que procuraram os serviços da empresa goiana, mostra um dado relevante: 51,5% delas afirmaram ter dificuldade em vencer os chamados “ladrões do tempo”, que são situações ou comportamentos que aparecem para roubar nossa produtividade e atrapalham o foco e a concentração nas atividades.

Pois é, meu amigo concurseiro desfocado, estudos mostram que nosso principal inimigo são os “ladrões do tempo”.

O primeiro ponto a ser falado aqui é definir quem são esses “ladrões” e, para tanto, vou separá-los em duas categorias: os ladrões externos e os internos.

Ladrões externos: de forma inequívoca, o pior ladrão de todos é a maldita interrupção, pois quando somos interrompidos levamos cerca de 7 a 14 minutos para restabelecer a concentração e o foco na atividade que estamos desempenhando.

Faça você mesmo as contas e verá que não é preciso muito para literalmente acabar com seu projeto de estudos.

As interrupções vão desde pessoas invadindo seu local de estudos e ignorando o fato de que tem alguém estudando ali, notificações de e-mail, facebook, twitter, Pinterest, Instagram e seus 38 grupos super importantes de whatsapp, que nunca podem ser silenciados, pois, afinal, alguns são até “grupos de estudos”.

Ladrões internos: esses ladrões são, de modo geral, mais sutis. Sabe quando você está no meio da sua vídeo aula e passa aquela mosca voando levando com ela toda sua atenção?

Pois bem, os ladrões internos normalmente estão associados ao grande mal que assola a humanidade: a ansiedade.

Levantamentos da Organização Mundial da Saúde (OMS), mostram que atualmente cerca de 33% da população mundial sofre de ansiedade. O Brasil tem aparecido sempre entre os primeiros das listas da organização.

Quando estamos muito ansiosos com algo, acabamos por transferir nosso foco para o futuro e nos desligamos do momento atual.

Um concurseiro ansioso vai fazer um movimento involuntário de focar apenas no resultado da prova e, com isso, acaba não atentando ao fato de que para ter um bom resultado deve manter uma boa preparação no dia de hoje e manter o foco nos estudos.

Como eliminar sua principal falta de foco nos estudos

eliminar-a-falta-de-foco-nos-estudos

Dadas as más notícias, agora vem a parte boa: tanto os ladrões externos quanto internos podem ser trancafiados em uma prisão sem chaves.

Agora que já identificamos o principal motivo da sua falta de foco nos estudos, vamos partir para a solução desses problemas.

Primeiramente, entenda que você não controla fatores externos. Você controla seu interior para, dessa forma, apenas influenciar seu ambiente externo.

Os ladrões externos podem ser eliminados, gradativamente, quando você aprende a dizer “não” e cria seu próprio ambiente de estudos.

Saber dizer “não” tem a ver com estabelecer o que é prioridade em determinado momento. Divida seu tempo de uma forma que ao sentar para estudar todo o resto já esteja resolvido, pois garanto que assim você sofrerá menos influências externas e as pessoas aprenderão que você é quem faz seu tempo.

Criar um ambiente de estudos envolve eliminar tudo que vai te atrapalhar. Claro que isso exige uma certa força de vontade, mas se pergunte apenas se vale mesmo a pena perder seu foco nos estudos para curtir 100 fotos no instagram e acompanhar ativamente todos os 38 grupos “super importantes” de whatsapp?

Acredito que você já tenha a resposta, só não se engane achando que isso é apenas nos intervalos.

Intervalo de estudo NÃO é para atividades que tirem você do aprendizado, esse intervalo é para que você recupere sua energia e seu cérebro se mantenha focado.

Por outro lado, para eliminar os ladrões internos você precisará de um empenho um pouco maior.

Lidar com fatores internos como a ansiedade e pressão interna exige que você tenha uma clareza específica do seu objetivo.

Quando seu objetivo é genérico demais você acaba submisso a esses problemas, mas quando seu objetivo é direcionado para uma meta maior sua mente começa a trabalhar a seu favor. Repare na diferença de mindset.

Objetivo genérico: passar em um bom concurso público.

Objetivo específico: fechar o tópico concordância verbal do meu edital e fazer 100 questões sobre o tema essa semana.

Agora me diga, amigo concurseiro, qual desses objetivos tem mais chances de ser realizado com mais foco?

Tenha um objetivo específico e nada de metas soltas. Avaliem quais são os benefícios que as suas pequenas metas diárias terão para que alcance sua grande meta.

Aumento de foco com o estudo ativo

aumento de foco nos estudos

Dentre as várias formas de estudar para concursos públicos o estudo ativo pode ser considerada uma das mais eficazes, pois, ao mesmo tempo em que aumenta seu rendimento, mantém seu foco nos estudos.

O estudo ativo se dá quando você interage com o conteúdo ensinado, e quando não está apenas ouvindo o seu professor falar ou repetindo, de forma mecânica, o que ele escreve no quadro.

Sabe quando você está imerso no conteúdo e quando realmente quer entender aquele assunto e não apenas ouvir?

Estudar de forma ativa é quando você se questiona sobre o conteúdo das aulas, livros e questões.

Não basta apenas assistir a aula no curso, é preciso revisar a aula sozinho em casa. Ao resolver questões não se contente apenas em marcar a resposta certa, vá além encontre o fundamento do erro das outras alternativas.

Ler um livro não é grifar 60% de cada página, é achar as palavras chaves que farão sentido para seu aprendizado. Ao estudar dessa forma você mesmo notará que será mais exigente consigo mesmo e isso é reflexo de um estudo ativo.

Ver vídeo aula não é ficar parado na frente do computador, você deve fazer suas anotações, voltar à aula se necessário, anotar suas dúvidas e debater sobre ela com os seus colegas antes de levá-la ao professor. Tente organizar o conteúdo da sua forma.

A grande sacada desse método de estudo é que ele exige sua interação a todo o momento e, com isso, fica muito mais difícil não manter o foco nos estudos. Todas as matérias podem ser estudadas de forma ativa, basta você ter uma clareza do seu objetivo que conseguirá.

Porque ter uma big win é importante

big-win-para-foco-nos-estudos

Big win é aquela grande vitória do seu dia e quando você vai dormir consciente de que cumpriu todas as suas metas por hoje.

Passar em um concurso público exige um planejamento a longo prazo, via de regra. Então, resumir seu sucesso apenas ao dia em que estiver vendo seu nome no diário oficial ou apenas na sua tão sonhada posse é um erro.

Uma ferramenta essencial para que você mantenha o foco nos estudos são as grandes vitórias diárias, pois são elas que irão formar sua base sólida para ver seu nome no topo das listas.

Quando você sabe que ganhou a batalha daquele dia ou daquela semana, a sensação de conseguir repetir o processo vai te empurrar para o próximo dia mais focado que antes, pois um concurseiro alta performance sabe que o sucesso é construído a cada dia.

Quebre suas metas específicas em várias metas diárias e acompanhe seu progresso diário. Quando sua mente está direcionada para um objetivo, ver seu progresso vai manter você com foco nos estudos de modo natural.

Concluindo

Ao compreender a sua causa principal para a falta de foco nos estudos fica mais fácil saber como combatê-la.

Um processo natural de aprendizagem exige uma evolução constante e uma busca incessante em sanar todos os fatores que prejudicam seus estudos.

Um concurseiro alta performance sabe a importância que o foco tem nos estudos e se contenta com suas big wins diárias. Não usa desculpas, nem coloca a responsabilidade em fatores externos ou mesmo internos.

Estudar para concursos públicos requer maturidade para saber sanar não apenas os problemas da banca examinadora como também os seus próprios problemas.

É aí, concurseiro, conseguiu manter-se focado enquanto lia este post?

Se você gostou deste artigo, não esqueça de cadastrar seu email aqui abaixo para sempre ser avisado(a) sobre os novos conteúdos !