7 Bons Hábitos de Estudo para Concurseiros (como construir uma rotina diária)

Tempo de leitura: 7 minutos

Você é um concurseiro(a) que procura construir bons hábitos de estudo? Sua rotina diária não é tão eficaz quanto deveria ser?

Talvez seja hora de seguir um novo cronograma de estudo que o ajude a otimizar seus estudos, gerenciar seu tempo e até mesmo ajudá-lo a melhorar a sua concentração e foco.

Bons hábitos de estudo podem determinar o seu sucesso em qualquer concurso que deseja realizar, por isso é de extrema importância cultivá-los ao máximo.

Por natureza, os hábitos são tarefas regulares “automáticas”, por isso, transformar o estudo em um hábito diário é a forma mais saudável de encarar o estudo a longo prazo e evitar estresse.

Siga este processo de 7 etapas para ajudá-lo a desenvolver bons hábitos de estudo.

Passo 1 – Desenvolver a autoavaliação

Seu primeiro passo é desenvolver autoconsciência em torno de seus hábitos de estudo atuais. Isto é para que você possa ver onde as melhorias ou mudanças precisam ser feitas.

Quantas horas por dia ou semana você estuda atualmente? Quando é difícil ou fácil de estudar? Que lugares e a que horas do dia estuda melhor? O que o motiva ou distrai?

Há pessoas ou atividades que o impedem de estudar (como filhos pequenos)? Você pode reduzir ou eliminar estas dificuldades?

Passo 2 – Defina seu resultado

Imagine um grande resultado do que você deseja alcançar desenvolvendo bons hábitos de estudo.

Qual é o seu objetivo final? Passar na prova de auditor Fiscal da Receita? Analista Legislativo? Onde você vê que o estudo de hoje irá levá-lo?

Defina um pequeno objetivo inicial para estudar, mas deve ser algo que você pode fazer todos os dias durante os próximos 30 dias para formar o hábito de estudo.

Isso precisa seguir os princípios de definição de metas SMART, por exemplo, “Eu vou estudar Língua Portuguesa por 1 hora todos os dias durante os próximos 30 dias às 7h manhã durante a semana e 9h durante o fim de semana”.

Certifique-se de que isso realmente é algo que seja totalmente realista para você e que você pode fazer CONSISTENTEMENTE nos próximos 30 dias.

Passo 3 – Mantenha-se motivado

Para se certificar de realizar sua nova atividade por tempo suficiente para que torne-se um hábito, você precisará de motivação suficiente para fazê-lo.

Fique ciente sobre os motivos e os benefícios pelos quais você deseja desenvolver o seu novo hábito de estudo.

Por exemplo:
• Para sair do emprego atual
• Para conquistar independência financeira
• Reconhecimento de familiares e amigos
• Satisfação pessoal

O que a independência financeira, satisfação pessoal e outros benefícios podem agregar a sua vida? Talvez você queira um certo estilo de vida ou estabilidade para ter mais segurança e assim investir em outros projetos.

Coloque algumas fotos em sua área de estudo que se relacionem com esses benefícios.

Você pode incluir uma imagem de algo que seja importante e que te faça lembrar automaticamente de que está batalhando por dias melhores, isso parece muito autoajuda, eu sei, mas faça o teste e veja o impacto dessa ação no seu planejamento.

Em contraste, pense sobre o que acontecerá se você NÃO desenvolver bons hábitos de estudo.

Escreva esses pontos para que você tenha um documento para se motivar quando chegar a hora de estudar.

Passo 4 – Planejamento e estratégia

hábitos de estudo

Antes que um comportamento se torne um hábito, exigirá alguma estratégia e planejamento para garantir que você o complete de forma eficaz.

Em primeiro lugar, você precisará alocar tempo para estudar. Olhe para o seu horário e tente trabalhar em blocos de estudo regulares. Para criar um hábito consistente, é preferível fazer a atividade todos os dias por 21-30 dias consecutivos.

Você também precisa garantir que vai sentar e estudar nos horários que foram destinados a essa tarefa.

Alarmes e lembretes podem ser úteis, assim como alguém para mantê-lo na linha. As pessoas com quem você mora são ideais (calma eu explico), como você as vê com frequência elas podem consultar seu progresso regularmente.

Preste atenção no local que você estudará e assegure que seu ambiente de estudo seja configurado de forma a ser propício para estudar e eliminar distrações. Certifique-se de que a iluminação é suficiente e a temperatura é confortável.

Caso não tenha esse ambiente em casa, avalie se há possibilidade de estudar em uma biblioteca, ou sala de estudos.

Se a Internet é uma distração para você enquanto estuda, desligue-a!

Você pode desligar o modem se não interromper outros ou você pode desconectar temporariamente sua conexão local e não esqueça de afastar seu celular ou colocá-lo em modo de voo.

Faça pequenas pausas quando estuda. A quantidade ideal de tempo para estudar é de 50 minutos, seguida de uma pequena interrupção de 10 minutos.

Depois de duas sessões de 50 minutos, você deve demorar mais um intervalo de recuperação de 30 minutos e ter um pequeno lanche ou refeição para manter seus níveis de energia elevados. Isso funciona com nossos ciclos de ritmo circadiano.

Mas como já mencionamos no post da técnica do pomodoro, você precisa encontrar o seu tempo ideal, então, inicie com o tempo sugerido e caso não funcione para você, mude.

Tire algum tempo para aprender técnicas de estudo eficazes que funcionem para o seu estilo de aprendizagem específico.

Você também pode perguntar aos seus professores ou amigos que já estudam a mais tempo quais técnicas eles estão usando e as dicas que você pode aplicar.

Passo 5 – Preparação mental

Suas crenças sobre o estudo determinarão seu sucesso.

Se você acredita que estudar é difícil ou chato, é isso que seu estudo diário será. As crenças negativas sobre você, como “Eu não posso estudar”, “Eu tenho uma memória ruim” ou “Eu sou um procrastinador”, afetarão sua eficácia de forma negativa.

Substitua esses pensamentos por positivos e ajuste conscientemente sua atitude antes de cada sessão de estudo. Por exemplo, “eu gosto de aprender coisas novas e esse conteúdo vai cair na minha prova”.

Lembre-se de suas habilidades e acredite nelas. Uma mentalidade positiva para aprender é fundamental na formação de bons hábitos de estudo e também na sua vida pessoal.

Diga em voz alta suas novas crenças e visualize-se estudando efetivamente pelo tempo que você atribuiu.

Passo 6 – Implementação

O ideal e que você implemente seu novo comportamento todos os dias por 21 a 30 dias.

Se os horários de trabalho não permitem isso, você precisará aprender a se adaptar a uma nova rotina, pois quanto mais vezes você segue essa rotina mais fácil e mais natural se torna.

Sendo bem honesto, até que sua rotina de estudos torne-se um hábito, você vai precisar de muita força de vontade para se motivar constantemente.

É por isso que é bom ter o seu material de motivação à mão quando chegar a hora de estudar.

Basear-se na motivação pode ser pouco confiável, por isso também é aconselhável ter um amigo responsável ou parceiro de estudo para garantir que você realize sua sessão de estudo.

Passo 7 – Refinar o método

Mantenha o bom hábito de registrar suas sessões de estudo, uma ótima forma de fazer esse controle é usar o app Aprovados.

Isso vai ajudar a construir uma nova autoimagem de você como alguém que é um “concurseiro(a) ALTA PERFORMANCE” que “estuda regularmente”. Ver o quão longe você veio pode dar-lhe motivação para continuar e completar seu cronograma.

Você também pode tomar nota de quais são as melhores horas do dia para estudar, bem como quaisquer distrações persistentes que surgirem e como evitá-las.

CONCLUINDO

Adotar bons hábitos de estudo, pode sim, ser visto como algo simples de fazer, desde que você tenha uma noção muito clara de quais objetivos quer alcançar e cultive uma mentalidade positiva.

No começo pode parecer complicado, mas quando começar a colher os benefícios de uma rotina que funciona no “piloto automático” tenho certeza que vai querer implementar esses passos em outros aspectos da sua vida.