Como montar uma planilha de estudos completa e eficaz

Tempo de leitura: 5 minutos

planejamentoPlanejar os estudos de forma correta e manter a organização em dia com uma boa planilha são fatores essenciais para evoluir na sua preparação para concursos públicos.

Há diversas maneiras de montar uma planilha de estudos para concursos públicos, algumas mais resumidas e outras mais completas. Neste artigo você vai conhecer uma técnica de planejamento divida em 3 planilhas: a planilha de edital, a planilha de cronograma e a planilha de acompanhamento ou evolução.

Essa metodologia é bastante eficaz por apresentar uma visão mais ampla do seu planejamento, vale a pena conhecer e colocar em prática. Vamos começar?

Cursos Online para Concursos

Planilha de edital

planilhaO primeiro passo para começar o planejamento dos seus estudos para o concurso público que você deseja realizar é a análise do edital.

Mesmo que o seu concurso esteja apenas previsto ou autorizado, é preciso começar a estudar com alguma referência, que no caso deve ser o edital do último concurso realizado para o cargo pretendido.

O conteúdo programático é listado de forma corrida, sendo difícil analisar e planejar os estudos de cada parte de forma organizada e eficaz. Para resolver isso, é recomendado fazer uma planilha para destrinchar o seu edital.

Você pode montar a sua em um documento do Excel ou usar algum software ou site da sua preferência, o importante é fazer a organização correta das matérias e de cada conteúdo.

Primeiro divida a sua planilha em matérias, depois coloque cada item da matéria correspondente no seu lugar, até organizar todo o conteúdo programático do edital. Mantenha os números correspondentes a cada item na sua planilha, isso será importante depois.

Depois, analise cada item pensando no tempo total que você tem disponível por semana e nos conhecimentos que você já possui sobre o tema. Para facilitar o seu trabalho, você pode estabelecer uma quantidade de tempo por matérias primeiro e depois dividir esse tempo entre os conteúdos de cada uma delas.

Não esqueça de dedicar mais tempo para aqueles assuntos que você não domina e que caem mais. No caso das matérias que você conhece bem, separe menos tempo de estudo, mas não deixe de colocá-las dentro do horário das revisões e resolução de questões da sua planilha de cronograma (próximo passo).

Você pode, também, incluir na sua planilha de edital os materiais de estudos que usará para cada matéria ou item. Por exemplo: análise combinatória – vídeoaulas e curso em pdf do Estratégia, português – aulas do prof. X no Youtube e site Y de questões.

Cursos Online para Concursos

 Planilha de estudos com cronograma

planilhaAgora vamos falar sobre a parte principal do seu planejamento de estudos, a planilha de cronograma. É ela que vai guiar a sua rotina e que vai ajudar a administrar o seu tempo dedicado aos estudos para o seu concurso público.

Depois que você analisou o edital e preparou a sua planilha inicial com o tempo que deverá ser dedicado a cada item, de acordo com a sua necessidade, é o momento de alocar esses conteúdos no seu cronograma semanal.

É essa planilha que deve ser escrita ou impressa e colocada bem à vista para ser consultada durante o seu dia de estudos, sempre no início do dia e quando for a hora de troca de matéria.

Primeiro, é preciso escrever todos os dias da semana em que serão realizados os seus estudos. Para ficar mais fácil de visualizar, é melhor que você coloque os dias nas colunas da planilha.

Nas linhas, disponha os itens das matérias dentro dos dias da semana, respeitando o tempo estabelecido na sua planilha de edital. Escreva apenas o nome da matéria e o número do item que será estudado no horário. Por exemplo: direito administrativo 1. Se o assunto for do seu domínio ou se for muito simples, você pode colocar dois itens no mesmo horário.

Reserve o último dia da sua semana para fazer uma revisão do que foi estudado durante toda a semana.

Quando terminar a semana, atualize os números dos itens de cada matéria. Por exemplo, se direito constitucional terminou a semana no item 4, comece pelo item 5 na próxima semana da sua planilha e assim por diante.

É importante variar as disciplinas para não cansar e perder a motivação, o ideal é estudar de 3 a 5 matérias diferentes por dia. Intercalar as mais fáceis com as mais difíceis e as teóricas com as práticas também é interessante para não cair na monotonia e manter o seu cérebro sempre estimulado a aprender mais.

Cursos Online para Concursos

 Planilha de acompanhamento de resultados

planilhaEssa planilha será responsável por parte da sua motivação. Ela também pode ser chamada de planilha de evolução, já que é nela que será registrada toda a sua trajetória de aprendizado.

Para simplificar, você pode fazer o seu registro apenas por matérias e semanas. Divida a sua planilha com as semanas nas colunas e as matérias nas linhas.

Você pode fazer blocos mensais para facilitar o acompanhamento, ou seja, cada tabela da planilha terá apenas 4 semanas. Quando chegar o segundo mês de estudos, adicione outra tabela e assim por diante.

Para preencher é muito simples, basta calcular a quantidade de horas estudadas por matérias em cada semana, lembrando que deve ser o mais próximo do estabelecido no cronograma possível. Não se acostume a matar estudo para compensar depois, evite se perder.

Essa planilha é importante porque você poderá se fiscalizar e verificar se tem condições ou necessidade de aumentar a carga horária.

Outro acompanhamento importante é quanto ao rendimento nas questões. Anote as porcentagens de acertos e adicione na mesma planilha. Se preferir faça outra tabela apenas para isso. Essa etapa é muito importante para manter a sua motivação, já que você notará claramente os seus resultados ou para ajustar a distribuição dos horários, caso esteja com desempenho abaixo do esperado em alguma matéria.

Gostou desse tipo de planilha de estudos para concursos? Compartilhe com os seus amigos concurseiros.