A diferença entre profissional vs amador no mundo dos concursos públicos.

Tempo de leitura: 7 minutos

Vamos entender um pouco mais sobre a diferença entre profissional vs amador.

Quantas vezes nós, que estamos sempre abdicando de vários prazeres temporários, nos perguntamos se estamos realmente fazendo nosso máximo e se somos realmente profissionais?

Esses questionamentos decorrem do fato de que o mundo está congestionado de amadores e, muitas vezes, mesmo sem perceber, podemos estar agindo como um.

Nesse momento devemos nos perguntar: será que precisamos mesmo perpetuar o amadorismo para o mundo dos concursos públicos e até mesmo para para nossa vida? Ou podemos nos tornar profissionais no caminho que decidimos seguir?

A resposta a todas essas perguntas pode parecer um tanto quanto óbvia, mas convido você a saber se realmente é um concurseiro(a) alta performance e um profissional no que faz, ou se está sendo mais um nessa imensa multidão de pessoas buscando uma estabilidade através de um concurso público.

“Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total, buscar seu último limite e dar o melhor de si.”

Ayrton Senna

cansou de ser um amador e quer realmente se tornar um profissional na sua vida? Então continue lendo este artigo para aprender mais sobre:

  •         O conceito de profissional.
  •         A diferença entre um amador e um profissional.
  •         Como se tornar um profissional.

O conceito de profissional.

O conceito de profissional

 

Profissional é uma pessoa que faz do seu principal objetivo sua profissão e seu foco único.

O que é uma pessoa que está no nível profissional?

É a pessoa que está derramando cada gota de suor para fazer algo diferente do que a maioria faz, pois o profissional teme ser apenas mais um amador no mundo.  

Na minha concepção, o mundo está cercado de amadores, ou seja, pessoas que agem no modo “zona de conforto” e estão preocupadas com o fato de ser apenas mais um, nem melhor, nem pior, eles se satisfazem com o “mais ou menos”.

Tudo bem que ninguém vai sair do ponto zero e ascender como um profissional de uma hora para outra, pois esse caminho é fruto de um longo processo de amadurecimento mental e de um mindset 100% focado em vencer todo dia.

Porém, a partir do momento que você constrói sua estrutura e conhece o jogo cabe, exclusivamente, a você continuar sendo mais um amador no que faz ou ser um profissional de alta performance.

O profissional busca a excelência em todos os detalhes, porque na sua cabeça é inadmissível operar como um amador (ele sabe que pode mais).

A diferença entre um amador e um profissional

profissional-vs-amador

Em todo lugar existem amadores, mas o lado bom é que em todo lugar também existem profissionais. Agradeça a eles por existirem, pois, através desses exemplos, você vai saber ao certo o que deve ou não fazer e como alcançar a alta performance para se tornar um concurseiro(a) de sucesso.

E não adianta ser um profissional que foca apenas no resultado, pois esse é apenas um amador animado.

Um profissional foca no processo e ele estabelece metas claras estando ciente de que o resultado é uma execução harmônica de sua preparação.

É como se fosse uma orquestra na qual todo o conjunto deve estar em perfeita sincronia para que tudo saia perfeito. E, nessa orquestra, o profissional assume o papel de maestro!

No mundo dos concursos, assim como nas demais áreas da sua vida, não dá para iniciar algo achando que basta ser “mais ou menos”.

Os amadores sonham grande, mas não estão dispostos a se entregar o suficiente para realizar aquilo que almeja. Eles acreditam que fazendo o que todos fazem conseguirão chegar no topo.

Já os profissionais, eles também sonham grande, mas sabem que para alcançar esse sonho eles têm que fazer algo que os amadores não fazem: eles têm que vencer a si mesmos todos os dias.

Como se tornar um profissional

como-se-tornar-um-profissional

 

Alguns de vocês podem estar se questionando: “Ah, mas eu estou começando agora minha jornada, então não tem como ser profissional logo no começo”.

Discordo. O fato de ser ou não um profissional naquilo que faz está no seu comportamento e nas suas atitudes para chegar até o mais alto grau de comprometimento e de entrega, e não na forma de executar.

Se sua mente estiver focada na excelência em todos os mínimos detalhes, eu garanto que você será um concurseiro(a) alta performance.

Tenha a total convicção de que o maior combustível é a motivação que vem de você mesmo. Aquela que só se consegue quando existe a certeza de que está no caminho correto, mesmo que, por vezes, você erre, pois isso faz parte da vitória final.

Quanto mais você estiver alinhado com seus objetivos, mais comprometido você será. Vai por mim, esse é um processo natural de acontecer quando você não é um amador.

Você escolhe se tornar um profissional e vencer a si mesmo todo dia.

Essa incessante busca por tornar-se sempre a melhor versão de você mesmo é um ciclo contínuo, e no momento em que esse ciclo parar, você voltará a ser um amador.

Infelizmente, nossa cultura nos ensinou que não há nada de errado em ser mediano e que querer vencer todas é algo imoral, errado e absurdo. Bom, você pode continuar pensando assim, mas esse mindset vai te levar ao mesmo lugar em que a maioria está.

Esse modelo foi perpetuado pela maioria, porque nem todos possuem uma base psicológica e emocional para aguentar a derrota. Eles caem e preferem colocar a culpa dos erros em terceiros, a assumir a responsabilidade e levantar.

O profissional, igualmente, também cai, mas ele usa o erro como trampolim para o sucesso e não para estagnação.

Apenas pessoas com um mindset medíocre usam de vitimismo como mecanismo de defesa.

Assumir a responsabilidade é o primeiro passo para evoluir.

Agora vem a pergunta chave, como se tornar um profissional?

Antes de qualquer coisa deve haver uma mudança, mas não uma mudança exterior, falo de uma mudança interna, pois você deve ter clareza do seu objetivo e se comprometer com isso.

“O meu mundo interior cria o meu mundo exterior.”

T. HARV EKER

Comprometer-se de um modo que nenhum obstáculo vai te deter e sem dizer que as circunstâncias não estão a seu favor, em razão de algo não acontecer como planejado.

Vejo muitos concurseiros reclamando quando tem um edital “colado” no outro, mas os mesmos também reclamam quando não tem edital.

Então, meu amigo, toque o seu projeto de estudo focando na sua preparação e não em crise do país, corrupção, falta de investimento ou lista que não chama. Faça a sua parte, pois essa é a atitude de um profissional.

Outro passo importante para tornar-se um profissional é andar com outros profissionais, isso certamente aumenta seu padrão do que é mediano, e você passa a ter um desempenho de alta performance como seu estado natural.

Concluindo

No mundo de alta performance, amadores não tem vez. Eles são facilmente identificáveis não por suas falas, mas por suas ações, pois amadores são excelentes em não gerar resultados.

E se você é mais um dos que acham que é exagero da nossa parte, que não há nada de errado em ser um amador, continue tomando as mesmas ações e siga esperando resultados diferentes.

Pois, enquanto você cultua o amadorismo, nesse exato momento, em algum lugar, está nascendo um profissional disposto a se entregar o suficiente para conquistar as melhores posições na vida.

Então, tome a decisão correta e escolha ser um profissional, o mundo definitivamente não precisa de mais amadores.

Se você gostou desse artigo e gostaria de ajudar seus amigos a entenderem o que diferencia um profissional de um amador , por favor, compartilhe esse post.