APRENDA A CONCILIAR TRABALHO E ESTUDO

Tempo de leitura: 7 minutos

trabalhar e estudar
trabalhar e estudar

Imagine que você encontrou uma ótima oportunidade de emprego ou precisou começar a trabalhar para seguir com o sonho de conquistar um cargo público. Em ambas as situações, logo surge um grande problema: como dar conta de conciliar as duas atividades? Como trabalhar e estudar? 

Estudar, de verdade, não é uma missão das mais fáceis. Estudar e ainda ter que trabalhar se torna muito mais desafiador. Seja pelo pouco tempo em casa com a família, pelo estresse, pelo cansaço físico ou psicológico.

Mas calma, é possível! Já adianto alguns passos para amenizar esses efeitos: organização, disciplina e força de vontade.

Como forma de aliviar o estresse e renovar o gás, reserve um momento do dia para fazer algo que o distraia. Seja uma leitura no ônibus, nos dez minutos que chegou adiantado no trabalho, na hora do almoço no trabalho, não importa. Aqui o ideal é usar esse tempo para você, livre de responsabilidades.

“É essencial conhecer e saber respeitar os seus limites”.

Além de muita organização, disciplina e força de vontade, você também vai precisar:

ESTABELECER O QUE É PRIORIDADE

trabalhar e estudar
trabalhar e estudar

Bom, para começar você precisa mentalizar qual das duas atividades é mais importante nesse momento. Partindo da premissa que você pesquisou o tema e está lendo esse artigo, é bem provável que estudar seja a sua meta primária.

A ideia não é sugerir que você seja displicente com o trabalho, muito pelo contrário, haja com responsabilidade e dedicação, pois é ele que financia a caminhada até o seu sonho.

Entretanto, sempre que você perceber que ele está invadindo o horário de estudo ou está o deixando psicologicamente desgastado, lembre-se que é apenas uma ferramenta necessária para atingir o objetivo.

Quando você elege o estudo como meta primária, o cenário ideal que o concurseiro deve buscar é o trabalho com horários flexíveis. Exatamente, aquele com carga horária reduzida. Se possível, trabalhar com algo que o permita ter contato com algumas das matérias estudadas.

Para o concurseiro, com dupla jornada, esse, sem dúvida, representa o melhor dos mundos. Pois além de conseguir a renda para bancar o estudo, poderá exercitar um pouco do que estuda e não precisaria deixar para estudar apenas à noite, quando teoricamente estaria cansado.

ELABORE UM CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

Trabalhar e estudar requer disposição e máxima dedicação. Como saída para combater o baixo rendimento nos estudos e no trabalho é importante organizar as tarefas diárias antes de realizá-las.

Montar um cronograma, ao menos semanal, é essencial para conciliar estudo e trabalho.

Lembrando que o ideal é confeccionar um cronograma completo, contendo todos os passos e ferramentas importantes para preservação do seu alto rendimento.

Por exemplo, organize uma tabela de revisão, os horários para as refeições, um horário para se exercitar, um horário para descansar (sim descansar!), crie um horário coringa próprio para suprir acontecimentos não planejados e reserve também um tempo para o lazer (responsável).

Tenha em mente que esse cronograma é de extrema importância por vários fatores, mas principalmente em razão da nossa meta ser de médio e longo prazo.

ENTENDA A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES BÁSICAS

Para o concurseiro(a) alta performance, o tempo literalmente vale dinheiro. A rotina é sempre corrida, mas mesmo entre o estudo e o trabalho você não pode descuidar de itens básicos como a alimentação, o sono, a atividade física e o lazer.

Horário para descanso: peça essencial no seu cronograma. Nada de pensamentos imediatistas como “Eu não preciso dormir hoje, posso terminar todo esse conteúdo”. Lembre-se metas de médio e longo prazo.

Horário para atividade física: faça alongamento, nade, corra, … enfim, se movimente. Ter um estilo de vida saudável ajuda a aliviar o stress e você ainda verá que a sua produtividade e concentração decolarem tanto no estudo quanto no trabalho.

Horário para viver: sabemos que esquecer de viver acaba acontecendo, mas se policie. Esqueça esse papo de não aproveitar mais a sua vida. Obviamente que será reduzido, mas não deixe de reservar um tempo para desfrutar do mundo ao seu redor. Vá ao cinema, leia livros de assuntos diferentes, assista as suas séries… tudo com muita responsabilidade!

“Essas são atitudes que, se inseridas da maneira correta no cronograma, permitem que se sinta vivo e ainda enriquece como pessoa”.

Acredite, nesse ponto, o desafio é encontrar o equilíbrio. Encontrando-o, perceberá a sua rotina gradativamente se tornando mais leve, prática e produtiva.

Segundo a especialista em concursos Lia Salgado:

“A preparação para concurso não é muito rápida e é difícil manter um bom rendimento em um ritmo em que você não durma pelo menos 6 horas por noite e não tenha lazer no fim de semana”.

DESENVOLVA A ARTE DE DIZER NÃO

Ao longo dessa jornada, chamada concurso público, você terá o seu foco testado diversas vezes por convites para sair com os amigos, namorada (o) e até mesmo para os famosos aniversários de família.

Mas para conseguir conciliar o estudo e o trabalho você precisará de uma dose extra de disciplina, ou seja, precisará aprender a dizer não, pois sacrificar alguns aspectos da vida pessoal faz parte dessa jornada.

Cuidado para não confundir as coisas! Você deve aprender a dizer não, o que é totalmente diferente de não ter mais lazer algum. Não caia nesse erro, como dito, os horários de lazer serão reduzidos, mas são tão importantes, para manutenção mental, quanto o trabalho, para o seu sustento, e o estudo, para o seu desenvolvimento profissional.

ORGANIZE A CASA PARA A NOVA ROTINA

trabalhar e estudar
trabalhar e estudar

Muito bem, atenção aos bagunceiros de plantão! rs

Reserve, na sua casa, um espaço arejado e limpo para estudar e para guardar o material. Trabalhe a organização em todos os sentidos, pois só assim você não perderá o seu valioso tempo procurando anotações de aula, materiais ou se dispersando com outras funções.

Segundo o professor e diretor executivo da União Educacional de Brasília, Marcelino Federal:

“Se não houver espaço, prefira estudar numa Biblioteca ou sala de estudos coletiva, onde há mais privacidade”.

BATA UM PAPO COM SEU CHEFE

Não, não é para pedir aumento!rs

Está certo que nem todos os chefes estão dispostos a colaborar com crescimento do empregado, pelo contrário, quando percebe que o funcionário pretende melhorar de vida faz de tudo para atrapalhá-lo.

Mas, também, há aqueles que compram a ideia e ainda passam a dar todo apoio, dentro do possível.

Então, se você não conseguiu um emprego com horário mais flexível, vale a pena conversar com o seu chefe e expor sua situação atual. Apenas não dificultando já ajuda bastante. Como costumava dizer a minha avó, tudo que é combinado não sai caro!

Logo, cabe a você avaliar a situação para o tiro não sair pela culatra.

CONCLUSÃO

Conforme conversamos, pensando no melhor dos cenários, antes de aceitar uma oportunidade de trabalho avalie as possibilidades, pois se você confia no seu projeto de estudo, o valor da remuneração não é o mais importante, nesse momento.

Lembre-se de levar em consideração todas as variáveis, como os horários ocupados, os horários livres, local de trabalho e se o permite trabalhar com alguns dos conteúdos estudados.

Por último, mas não menos importante, tente poupar algum dinheiro com bolsas e descontos oferecidos por alguns cursos preparatórios.

É sempre um prazer lê-los (a) conosco!

Grande abraço e bons estudos!!

  • Organização e equilíbrio 👌👏🙏🙏👌

  • Mariana

    É bem difícil conciliar as duas tarefas, realmente. Eu sempre trabalhei e não abro mão da minha independência financeira, ao passo que não abro mão de estudar pois meu objetivo é claro. Para tanto, utilizo quase todo o meu tempo livre fazendo qualquer coisa relacionada ao universo dos concursos. Ouço as aulas no caminho para o trabalho, tenho o aplicativo de questões no celular para resolvê-las em qualquer lugar, assistir videoaula…. precisa usar a criatividade e saber usar as oportunidades!

  • João

    Boa tarde! Acabei de conhecer o site e já adianto que gostei bastante!
    Tema super válido, quem hoje em dia não precisa estudar e trabalhar ao mesmo tempo! Agora é colocar em prática a organização!
    Abraço

  • Luíza

    Nem fale… estudar e ainda ter que trabalhar não é nada fácil, mas eu concordo com a Núbbia se organizando é possível!
    Obrigada, mais uma vez, pelas dicas menos!

  • Núbia

    Excelente artigo! Organização é tudo!

    Em 2015 eu conciliava trabalho(6hs de segunda a sábado inclusive feriados), faculdade e timidamente estudava para algum possível concurso na área que atuo(saúde). Estudar sem edital aberto e com matérias da facul as pencas é complicado, mas com organização dá, não é fácil é no”estreito” mas afirmo que dá rs. As dicas foram e serão sempre aplicadas.Valeu .