Concurso Diplomata 2018 (CACD): Expectativa de edital em Abril

Concurso Diplomata 2018: órgão prepara seleção para o primeiro semestre.

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) programa para o primeiro semestre de 2018 um novo Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD).

O novo concurso CACD 2018 irá contar com 30 vagas imediatas, sendo 20% reservadas a candidatos negros e pessoas com deficiência. Os aprovados no concurso ingressarão na carreira como Terceiros-Secretários do Ministério das Relações Exteriores.

concurso diplomata 2018
Pensar Concursos – concurso diplomata 2018

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – BANCA ORGANIZADORA

Desde 2002, o concurso CACD é realizado com a colaboração do Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB). A abrangência do concurso CACD 2018 é nacional: todas as fases são aplicadas em todas as capitais estaduais e no Distrito Federal.

O formato do CACD é relativamente fixo, mas sofre pequenas alterações todos os anos. O concurso CACD tem sempre uma fase com questões objetivas e uma fase ou mais com questões dissertativas, incluindo uma prova de redação.

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – EDITAL

O cronograma do próximo concurso diplomata 2018 tem por base o intervalo ocorrido nos anos anteriores e levando em consideração que 2018 é ano eleitoral.

O concurso ele sai todo ano, isso é uma certeza só que a gente não sabe quando sai o edital, havia uma expectativa que o edital CACD 2018 iria sair já em janeiro.

Como 2018 é ano de eleições e baseado no histórico dos concursos anteriores o tempo para o edital tende a ser menor e baseando nessa média a provável que o concurso diplomata 2018 ocorra nas datas abaixo:

EDITAL: 1º semana de Abril
TPS: 1º semana de Junho

>>> Pacote p/ Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) 2018 – Primeira e Terceira Fases <<<

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – REMUNERAÇÃO

O salário inicial para o cargo de diplomata é de 17 mil reais, mas vale lembrar que já há um aumento aprovado no ano que vem para aproximadamente R$ 19.500 a partir de janeiro de 2019.

Uma observação a ser feita e que no exterior você vai ganhar em dólares, além de outros atrativos, quem ingressar na carreira também conta com alguns auxílios relacionados à moradia e outros gastos possam ter.

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – CARREIRA

Sendo aprovado no concurso diplomata 2018 você ingressa no Ministério das Relações exteriores como terceiro secretário.

Ao ingressar como terceiro secretário terá uma espécie de estágio, onde verá uma atuação prática de um membro da carreira, mas no primeiro momento irá passar por um curso do instituto rio branco de 1 ano e meio a 2 anos.

Progressão na carreira:

Assim que aprovado você se torna o terceiro secretário;
Segundo secretário;
Primeiro secretário;
Conselheiro;
Ministro de segunda classe;
Ministro de primeira classe, que normalmente é quando o diplomata é apontado politicamente para chefiar uma missão diplomática no exterior em uma embaixada se tornando então embaixador.

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – O QUE FAZ UM DIPLOMATA?

Os diplomatas realizam um trabalho político, o tempo todo, por mais que seja uma carreira de estado. Embora não esteja vinculado a nenhum cargo eletivo é uma função, afinal de contas é ali que está sendo formulada a política externa do Brasil.

Há também o trabalho consular que guarda mais relação com o acompanhamento dos cidadãos brasileiros no exterior.

O trabalho administrativo dentro da estrutura do Itamaraty, com suas divisões e secretarias que precisam ser administradas.

O Trabalho diplomático multilateral tem relação com os órgãos internacionais, com os organismos internacionais como a ONU.

A Diplomacia comercial são os acordos internacionais, acordos de livre comércio.

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – COMO SE DEFINE O DESTINO DE UM DIPLOMATA?

Ao ingressar no concurso CACD 2018 seu destino será definido em estrita conformidade com a portaria 470.

As representações brasileiras no exterior são classificadas pelas letras A,B,C e D.

Os postos A são os melhores – qualidade de vida e importância do país para o Brasil – exemplos de postos A: EUA, Argentina e França.

Os postos D são os mais difíceis – exemplos de postos D: Suriname e Guiné-Bissau.

Postos B e C são intermediários – exemplos de B: Canadá e Austrália; exemplos de C: Rússia e China.

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – ETAPAS

concurso CACD 2018
Pensar Concursos – concurso CACD 2018

Primeira fase

Popularmente conhecida como teste de pré-seleção (TPS). Essa fase é composta somente por questões objetivas. Ele é chamado de teste de pré-seleção, pelo seguinte, porque ele vale muito pouco na classificação.

Na verdade, a partir do ano passado ele não vale nada na classificação, essa etapa vale somente para selecionar os 300 candidatos aptos para a próxima fase.

Essa prova objetiva consiste nas seguintes matérias: português, política internacional, geografia, inglês, história do Brasil, história mundial, noções de direito (direito constitucional e direito internacional público) e noções de economia.

Todas essas matérias aqui são cobradas nas fases seguintes exceto história mundial. Nos últimos concursos o TPS contou com 73 questões no formato certo e errado e cada uma dessas 73 questões tinham quatro assertivas.

Divisão de questões do TPS:

10 Português
10 Inglês
12 Política internacional
11 História mundial
11 História do Brasil
06 Noções de direito e direito internacional público
08 Noções de economia
05 Geografia

Segunda fase

Antes essa fase era composta somente por uma prova de português valendo 100 pontos, mas no ano passado a segunda fase passou a cobrar português e inglês, cada uma valendo 100 pontos. Então a segunda fase passou a valer 200 pontos.

A prova de português consiste em uma redação entre 600 a 650 palavras, valendo 60 pontos, e dois textos de 120 a 150 palavras, valendo 20 pontos.

A prova de inglês também vale 100 pontos, sendo uma redação sobre um tema geral entre 400 a 450 palavras, aqui dá mais ou menos entre 90 a 120 linhas, valendo 50 pontos.

Duas traduções: uma do inglês para o português valendo 20 pontos e outra do português para o inglês valendo 15 pontos.Um texto em inglês valendo 15 pontos que você precisará resumir em inglês também.

A segunda fase, normalmente, é aplicada entre 80 a 90 dias depois da primeira fase.

Garanta sua aprovação em todas as fases: CLIQUE AQUI

Terceira fase

Prova dissertativa de história do Brasil valendo 100 pontos;
Prova dissertativa de geografia valendo 100 pontos;
Prova dissertativa de política internacional valendo 100 pontos;
Prova de direito valendo 100 pontos;
Economia valendo 100 pontos.

Em cada uma dessas provas são cobradas 4 questões, ou seja, quatro textos e você tem dois textos maiores e dois textos menores.

Os textos maiores valem 30 pontos, ou seja, os dois juntos valem 60 e os dois textos menores cada um valendo 20 pontos, totalizando 40 pontos. Na prova de história do Brasil e de política internacional os textos maiores são entre 60 e 90 linhas. Nas outras matérias os textos maiores são entre 40 a 60 linhas e os textos menores entre 20 a 30 linhas.

Cada prova dessas é realizada em um dia, contando com quatro horas de duração. Na terceira fase a partir de 2017 tivemos provas dissertativas de francês e espanhol.

Não é nenhuma surpresa que ocorram mudanças nessa etapa, por exemplo, francês já foi classificatório e depois passou a ser eliminatório, esteja preparado para pequenas alterações.

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – EVOLUÇÃO DO QUANTITATIVO DE VAGAS

2017 (Cespe/Unb): 30 vagas

2016 (Cespe/Unb): 30 vagas

2015 (Cespe/Unb): 30 vagas

2014 (Cespe/Unb): 18 vagas

2013 (Cespe/Unb): 30 vagas

2012 (Cespe/Unb): 30 vagas

2011 (Cespe/Unb): 26 vagas

2010 (Cespe/Unb): 108 vagas

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE INSCRITOS

2017 (Cespe/Unb): 5.939 inscritos, sendo 5.68 para ampla concorrência, 809 para candidatos negros, 62 para pessoas com deficiência. 269,95 (candidatos por vaga na ampla concorrência)

2016 (Cespe/Unb): 4.925 inscritos – 164,17 candidatos por vaga

2015 (Cespe/Unb): 6.003 inscritos – 200,1 candidatos por vaga

2014 (Cespe/Unb): 4.151 inscritos – 239,61 candidatos por vaga

2013 (Cespe/Unb): 6.490 inscritos – 216,33 candidatos por vaga

2012 (Cespe/Unb): 6.423 inscritos – 241,10 candidatos por vaga

2011 (Cespe/Unb): 7.180 inscritos – 276,15 candidatos por vaga

2010 (Cespe/Unb): 8.869 inscritos – 82,12 candidatos por vaga

>>> Curso Diplomata (CACD) 2018 Estratégia Concursos 

CONCURSO DIPLOMATA 2018 – SE EU COMEÇAR A ESTUDAR AGORA DÁ TEMPO DE ESTAR BEM PREPARADO PARA UMA PROVA NO INÍCIO DE JUNHO?

Sendo bem honesto, dificilmente você estará preparado para uma prova desse nível no início de junho começando agora. Mas é possível estudar e se classificar entre os 300 primeiros para ir para a prova dissertativa.

Entre a prova objetiva e a dissertativa você tem algo entre dois a três meses para treinar MUITO, dependendo do seu conhecimento pré-existente, ou seja, você já escreve bem, tem um bom nível de inglês, tem um domínio do idioma legal, dá pra passar sim, mas é difícil.

A média de estudo entre os aprovados é algo entre 3 a 4 anos estudando, há casos de pessoas que conseguiram de primeira, estudando com pouco tempo, mas normalmente são pessoas que já tinham uma bagagem cultural e um bom domínio do idioma.

Mesmo que você queira começar agora vale a pena porque o concurso CACD é um concurso anual, então existe uma garantia de que você fará esse ano e mesmo não sendo aprovado possa dar continuidade aos estudos no ano seguinte.

Adquira hoje seu Pacote p/ Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) 2018 – Primeira e Terceira Fases