Tudo o que você precisa para alcançar seu próximo nível nos estudos

[1.800 VAGAS] Concurso PCDF Agente 2020: EDITAL PUBLICADO

VEJA aqui todos os detalhes do Edital PCDF Agente:

Concurseiros, finalmente a espera acabou! O maior edital do ano acabou de ser publicado na manhã de hoje (dia 01/07): o Concurso PCDF Agente – Nível superior.

De acordo com o edital, são 1.800 vagas para Agentes da PCDF, sendo 600 de provimento imediato e 1.200 para formação de cadastro reserva. 

Essa é a oportunidade que você tanto esperava para conquistar sua estabilidade financeira e fazer parte desse órgão tão importante para a sociedade, como a Polícia Civil do Distrito Federal.

A banca organizadora do concurso PCDF será a Cebraspe/Cespe, e o edital oferece vagas para candidatos que possuam nível superior de escolaridade (em qualquer área), com remuneração de R$ 8.698,78 a R$ 14.851,63 (previsto no edital).

As inscrições se darão dos dias 18/08 a 08/09/2020, das 10 horas do primeiro dia às 18 horas do último dia (horário oficial de Brasília/DF) e terão taxa de R$ 196,00. 

Elas poderão ser realizadas através do endereço eletrônico www.cebraspe.org.br

As provas estão previamente agendadas para o dia 18/10/2020.

Neste artigo você encontrará tudo o que precisa saber sobre o edital do concurso PCDF Agente. Nosso objetivo é deixar você 100% atualizado, confira só:

Resumo do Concurso PC DF Agente 2020

Concurso: Polícia Civil do Distrito Federal (edital Agente PCDF

Banca organizadora: Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – CEBRASPE 

Cargos: Agente de Polícia

Escolaridade: nível superior 

Carreiras: Policiais 

Lotação: Brasília DF 

Número de vagas: 1.800 vagas 

Remuneração: de R$ 8.698,78  a R$ 14.851,63 (Previsto no edital).

Inscrições: 18/8 a 8/9/2020 

Taxa de inscrição: R$ 196,00 

Data da prova objetiva: 18/10/2020 

Link do edital: clique aqui para fazer o download do edital PCDF Agente 

Atribuições do cargo de Agente da Polícia Civil do DF

  • Realizar atividade de nível superior, envolvendo investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais;
  • Coordenar ou executar operações de natureza policial ou de interesse de segurança pública;
  • Executar intimações, notificações ou quaisquer outras atividades julgadas necessárias ao esclarecimento de atos ou fatos sob investigações;
  • Dirigir veículos automotores em serviços, ações e operações policiais.
  • Executar demais serviços de apoio à autoridade policial, além de outras atribuições inerentes ao cargo.

Etapas concurso PCDF Agente 2020

As provas do Concurso PCDF serão na modalidade de questões CERTO/ERRADO, na qual uma questão errada ANULA uma questão certa, composta de 120 itens para julgamento.

O certame será regido em duas (2) etapas contendo sete (7) fases. São elas:

Concurso PC DF - Edital

Primeira Etapa:

  • Provas Objetivas
  • Discursiva
  • Exame Biométrico e Avaliação Médica
  • TAF (Teste de Aptidão Física)
  • Avaliação Psicológica
  • Sindicância de Vida Pregressa

Segunda Etapa:

  • Curso de Formação Profissional

Provas objetivas concurso PCDF Agente 2020

Como falei no tópico anterior, a prova objetiva do Concurso PC DF será no formato CERTO/ERRADO, conforme modelo proposto pela banca Cespe/Cebraspe, com 120 itens de conhecimentos básicos e específicos, contendo as seguintes disciplinas:

  • Português
  • Inglês
  • Conhecimentos DF
  • Legislação
  • Matemática e Raciocínio Lógico
  • Atualidades (somente redação)
  • Administrativo
  • Constitucional
  • Penal
  • Processo Penal
  • Direitos Humanos
  • Informática
  • Estatística
  • Contabilidade

Será reprovado no Concurso PC DF nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:

  1. a) obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos básicos P1;
  2. b) obtiver nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos específicos P2;
  3. c) obtiver nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Prova discursiva concurso PCDF Agente 2020

A prova discursiva valerá 30,00 pontos, o candidato deverá dissertar acerca da matéria de Atualidades. 

Serão corrigidas as provas discursivas daqueles aprovados nas provas objetivas e classificados conforme determina o edital, que você vê no quadro a seguir:

Concurso PC DF - Vagas

Disciplinas e conteúdos exigidos

Confira, abaixo, os conteúdos exigidos nas disciplinas de conhecimentos básicos:

LÍNGUA PORTUGUESA:

  • 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados.
  • 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais.
  • 3 Domínio da ortografia oficial.
  • 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais.
  • 5 Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7 Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos.
  • 6 Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2 Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

LÍNGUA INGLESA:

  • 1 Compreensão de textos escritos em língua inglesa e itens gramaticais relevantes para o entendimento dos sentidos dos textos.

CONHECIMENTOS SOBRE O DISTRITO FEDERAL:

  • 1 Realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, política e econômica do Distrito Federal e da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE), instituída pela Lei Complementar nº 94/1998 e suas alterações.

LEGISLAÇÃO:

  • 1 Lei nº 8.112/1990 e suas alterações. Lei nº 4.878/1965 (Regime Jurídico dos Funcionários Policiais Civis da União e do DF).
  • 2 Decreto-Lei nº 2.266/1985 (criação da carreira PCDF, cargos, valores e vencimentos).
  • 3 Lei nº 9.264/1996 (desmembramento e reorganização da PCDF, remuneração de seus cargos).
  • 4 Decreto nº 30.490/2009 (Regimento Interno da PCDF).
  • 5 Lei Orgânica do Distrito Federal. 5.1 Capítulo V, Seção I ? Da Polícia Civil.
  • 6 Lei nº 13.869/2019. 7 Lei nº 8.429/1992.

MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO:

  • 1 Princípios de contagem.
  • 2 Razões e proporções.
  • 3 Regras de três simples.
  • 4 Porcentagens.
  • 5 Equações de 1º e de 2º graus.
  • 6 Sequências numéricas.
  • 7 Progressões aritméticas e geométricas.
  • 8 Funções e gráficos.
  • 9 Estruturas lógicas.
  • 10 Lógica de argumentação. 10.1 Analogias, inferências, deduções e conclusões.
  • 11 Lógica sentencial (ou proposicional). 11.1 Proposições simples e compostas. 11.2 Tabelas-verdade. 11.3 Equivalências. 11.4 Leis de De Morgan. 11.5 Diagramas lógicos.
  • 12 Lógica de primeira ordem.
  • 13 Princípios de contagem e probabilidade.
  • 14 Operações com conjuntos.
  • 15 Raciocínio lógico envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais.

ATUALIDADES (SOMENTE PARA A PROVA DISCURSIVA):

  • 1 Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia, suas inter-relações e suas vinculações históricas.

Logo abaixo, os conteúdos exigidos nas disciplinas de conhecimentos específicos:

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO:

  • 1 Noção de organização administrativa. 1.1 Centralização, descentralização, concentração e desconcentração. 1.2 Administração direta e indireta. 1.3 Autarquias, fundações, empresas públicas e sociedade de economia mista.
  • 2 Ato administrativo. 2.1 Conceito, requisitos, atributos, classificação e espécies.
  • 3 Agente público. 3.1 Legislação pertinente. 3.1.1 Lei nº 8.112/1990 e suas alterações. 3.1.2 Disposições constitucionais aplicáveis. 3.1.3 Cargo, emprego e função pública.
  • 4. Poderes administrativos. 4.1. Hierárquico, disciplinar, regulamentar e de polícia. 4.2 Uso e abuso do poder.
  • 5 Licitações. 5.1 Princípios. 5.2 Contratação direta, dispensa e inexigibilidade. 5.3 Modalidades, tipos e procedimentos.
  • 6 Controle da administração pública. 6.1 Controle judicial. 6.2 Controle legislativo.
  • 7. Responsabilidade civil do Estado. 7.1 Responsabilidade por ato comissivo do Estado. 7.2 Responsabilidade por omissão do Estado. 7.3 Requisitos para a demonstração da responsabilidade do Estado. 7.4 Causas excludentes e atenuantes da responsabilidade do Estado.

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL:

  • 1 Constituição Federal de 1988. 1.1 Direitos e Garantias Fundamentais. 1.2 Título V, Capítulo III ? Da Segurança Pública.

NOÇÕES DE DIREITO PENAL:

  • 1 Aplicação da lei penal. 1.1 Princípios. 1.2 A lei penal no tempo e no espaço. 1.3 Tempo e lugar do crime. 1.4 Lei penal excepcional, especial e temporária. 1.5 Contagem de prazo. 1.6 Irretroatividade da lei penal.
  • 2 Crimes contra a pessoa.
  • 3 Crimes contra o patrimônio.
  • 4 Crimes contra a administração pública.
  • 5 Disposições constitucionais aplicáveis ao direito penal.

NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL:

  • 1 Disposições preliminares do Código de Processo Penal.
  • 2 Inquérito policial. 2.1 Histórico, natureza, conceito, finalidade, características, fundamento, titularidade, grau de cognição, valor probatório, formas de instauração, notitia criminis, delatio criminis, procedimentos investigativos, indiciamento, garantias do investigado, conclusão.
  • 3 Prisão e liberdade provisória.
  • 4 Disposições constitucionais aplicáveis ao direito processual penal.
  • 5 Lei nº 9.099/1995.

NOÇÕES DE DIREITOS HUMANOS:

  • 1 Teoria geral dos direitos humanos. 1.1 Conceitos, terminologia, estrutura normativa, fundamentação.
  • 2 Afirmação histórica dos direitos humanos.
  • 3 Direitos humanos e responsabilidade do Estado.
  • 4 Direitos humanos na Constituição Federal.
  • 5 Política Nacional de Direitos Humanos.
  • 6 A Constituição brasileira e os tratados internacionais de direitos humanos.

INFORMÁTICA:

  • 1 Fundamentos de computação. 1.1 Organização e arquitetura de computadores. 1.2 Componentes de um computador (hardware e software). 1.3 Sistemas de entrada, saída e armazenamento. 1.4 Princípios de sistemas operacionais. 1.5 Tecnologias de virtualização de plataformas: emuladores, máquinas virtuais, paravirtualização.
  • 2 Redes de comunicação. 2.1 Introdução a redes (computação/telecomunicações). 2.2 Redes de computadores: locais, metropolitanas e de longa distância. 2.3 Noções de terminologia e aplicações, topologias, modelos de arquitetura (OSI/ISO e TCP/IP) e protocolos. 2.4 Noções de redes privadas virtuais (VPN). 2.5 Noções de computação em nuvem. 2.6 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 2.7 Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, anti-spyware etc).
  • 3 Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a Internet/intranet. 3.1 Ferramentas e aplicativos comerciais de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca, de pesquisas e de redes sociais. 3.2 Acesso a distância a computadores, transferência de informação e arquivos, aplicativos de áudio, vídeo e multimídia. 3.3 Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome).
  • 4 Sistemas operacionais. 4.1 Noções de sistema operacional Windows: Windows 10. 4.2 Noções de sistema operacional GNU Linux. Características do sistema operacional GNU Linux. 4.3 Noções de sistemas operacionais embarcados/móveis: Android e iOS.
  • 5. Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft e LibreOffice).
  • 6 Noções de mineração de dados. 6.1 Noções e características. 6.2 Noções de aprendizado de máquina. 6.3 Noções de bigdata: conceito, premissas, aplicação.
  • 7 Noções de aplicação python e R.
  • 8 API (application programming interface).
  • 9 Metadados de arquivos.
  • 10 Teoria da informação. 10.1 Conceitos de informação, dados, representação de dados, conhecimentos, segurança e inteligência.
  • 11. Banco de dados. 11.1 Base de dados, documentação e prototipação. 11.2 Modelagem conceitual: abstração, modelo entidaderelacionamento, análise funcional e administração de dados. 11.3 Dados estruturados e não estruturados. 11.4 Banco de dados relacionais: conceitos básicos e características. 11.5 Chaves e relacionamentos.

ESTATÍSTICA:

  • 1 Estatística descritiva e análise exploratória de dados: gráficos, diagramas, tabelas, medidas descritivas (posição, dispersão, assimetria e curtose).
  • 2 Probabilidade. 2.1 Definições básicas e axiomas. 2.2 Probabilidade condicional e independência. 2.3 Variáveis aleatórias discretas e contínuas. 2.4 Distribuição de probabilidades. 2.5 Função de probabilidade. 2.6 Função densidade de probabilidade. 2.7 Esperança e momentos. 2.8 Distribuições especiais. 2.9 Distribuições condicionais e independência. 2.10 Transformação de variáveis. 2.11 Leis dos grandes números. 2.12 Teorema central do limite. 2.13 Amostras aleatórias. 2.14 Distribuições amostrais.
  • 3 Inferência estatística. 3.1 Estimação pontual: métodos de estimação, propriedades dos estimadores, suficiência. 3.2 Estimação intervalar: intervalos de confiança, intervalos de credibilidade. 3.3 Testes de hipóteses: hipóteses simples e compostas, níveis de significância e potência de um teste, teste t de Student, teste qui-quadrado.
  • 4 Análise de regressão linear. 4.1 Critérios de mínimos quadrados e de máxima verossimilhança. 4.2 Modelos de regressão linear. 4.3 Inferência sobre os parâmetros do modelo. 4.4 Análise de variância. 4.5 Análise de resíduos.
  • 5 Técnicas de amostragem: amostragem aleatória simples, estratificada, sistemática e por conglomerados. 5.1 Tamanho amostral.

CONTABILIDADE PCDF:

  • 1 Conceitos, objetivos e finalidades da contabilidade.
  • 2 Patrimônio: componentes, equação fundamental do patrimônio, situação líquida, representação gráfica.
  • 3 Atos e fatos administrativos: conceitos, fatos permutativos, modificativos e mistos.
  • 4 Contas: conceitos, contas de débitos, contas de créditos e saldos.
  • 5 Plano de contas: conceitos, elenco de contas, função e funcionamento das contas.
  • 6 Escrituração: conceitos, lançamentos contábeis, elementos essenciais, fórmulas de lançamentos, livros de escrituração, métodos e processos, regime de competência e regime de caixa.
  • 7 Contabilização de operações contábeis diversas: juros, descontos, tributos, aluguéis, variação monetária/cambial, folha de pagamento, compras, vendas e provisões, depreciações e baixa de bens.
  • 8 Balancete de verificação: conceitos, modelos e técnicas de elaboração.
  • 9 Balanço patrimonial: conceitos, objetivo, composição.
  • 10 Demonstração de resultado de exercício: conceito, objetivo, composição.
  • 11 Lei nº 6.404/1976 e suas alterações, legislação complementar e pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC).
  • 12 Norma Brasileira de Contabilidade – NBC TSP Estrutura Conceitual, de 23 de setembro de 2016.

Concurso Detran SP 2019: Saiu Edital com 400 vagas | Níveis Superior e Médio

Edital Concurso Detran SP 2019 consta com 400 vagas, sendo 200 para Agente Estadual de Trânsito (Nível Superior) e 200 para Oficial Estadual de Trânsito (Nível Médio).

 

Com a publicação do edital, as inscrições ficam abertas entre os dias 05 de abril até 06 de junho no site da banca organizadora (FCC). Os interessados devem acessar o site da organizadora, a Fundação Carlos Chagas (FCC) no endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br.

 

O valor da inscrição é de R$ 75,00 para o cargo de Agente e R$ 45,00 para o cargo de Oficial.

 

BAIXE AQUI O SEU EDITAL VERTICALIZADO DETRAN 2019

Cargos no concurso DETRAN SP 2019

Conforme o edital, os cargos envolvidos neste concurso são os seguintes:

 

Agente Estadual de Trânsito: remuneração inicial de R$4675,50.
Oficial Estadual de Trânsito: remuneração de R$1.863,00.

 

Vale dizer que é preciso ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para disputar as vagas de Agente, mas este requisito não é exigido para o cargo de Oficial.

 

O que faz o Agente estadual de trânsito no DETRAN SP

 

O trabalho do agente estadual de trânsito pode ser administrativo, jurídico, financeiro, contábil, ou de outra área de formação necessitada pelo DETRAN SP. O agente estadual de trânsito pode aplicar provas práticas de trânsito, bem como atuar na vistoria de veículos.

 

Além disso, também poderá atuar como vistoriador de veículos e de examinador de trânsito nas provas práticas de direção veicular. Nesses casos, o órgão em que atua oferecerá os cursos de formação específica para essas atividades.

 

O que faz o Oficial estadual de trânsito no DETRAN SP

 

O Oficial Estadual de Trânsito executa tarefas administrativas como a verificação, registro e expedição de documentos, assim como é responsável pelo atendimento ao público nos postos do Detran.

 

Concurso Detran SP 2019: provas edital DETRAN SP 2019

 

As provas do DETRAN/SP ocorrem em 07/07/2019. A aplicação da Prova Objetiva e Discursiva-Redação está prevista para o dia 07/07/2019, nas cidades abaixo:

 

Superintendência Regional – Cidades de Aplicação das Provas

 

Araçatuba – Araçatuba-SP
Região Central – Araraquara-SP
Barretos – Barretos-SP
Bauru – Bauru-SP
Sorocaba II – Botucatu-SP
Campinas I – Campinas-SP
São José do Rio Preto II – Fernandópolis-SP
Franca – Franca-SP
Sorocaba III – Itapeva-SP
Marília – Marília-SP
Campinas II – Mogi Guaçu-SP
Presidente Prudente – Presidente Prudente-SP
Registro – Registro-SP
Ribeirão Preto – Ribeirão Preto-SP
Baixada Santista – Santos-SP
São José do Rio Preto I – São José do Rio Preto-SP
Vale do Paraíba – São José dos Campos-SP
Sorocaba I – Sorocaba-SP
Capital e Metropolitana – São Paulo-SP

 

No período da manhã para o emprego público de Oficial Estadual de Trânsito.
No período da tarde para o emprego público de Agente Estadual de Trânsito.

 

Ao inscrever-se para o emprego público e Unidade de Atendimento , automaticamente, estará definido o local onde o candidato realizará a prova.

 

Locais de aplicação das provas do Concurso Detran SP 2019

 

As provas serão aplicadas em 19 cidades do estado de São Paulo, a depender da regional escolhida pelo candidato no ato da inscrição. Os candidatos ao cargo de Agente de Trânsito farão a prova pela tarde e os candidatos ao cargo de Oficial de Trânsito prestarão a prova no período da manhã.

 

Edital Detran SP 2019: etapas e provas do concurso

 

O concurso será composto de prova objetiva e de redação, que são de caráter eliminatório e classificatório. A prova objetiva contará com questões do tipo múltipla escolha. Todos os candidatos terão 4 horas e 30 minutos para realizar a prova. Veja abaixo a composição das provas dos cargos ofertados:

 

Agente Estadual de Trânsito (Edital Detran SP)

 

Língua Portuguesa (8 questões);
Matemática e Raciocínio Lógico (3 questões);
Noções de Informática (3 questões);
Direito Constitucional (3 questões);
Direito Administrativo (3 questões);
Código de Trânsito Brasileiro completo (25 questões e peso 3);
Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (15 questões);
Prova Discursiva – Redação.

 

Oficial Estadual de Trânsito (Edital Detran SP)

 

Língua Portuguesa (20 questões);
Matemática e Raciocínio Lógico Matemático (5 questões);
Noções de Informática (5 questões);
Noções de Direito Constitucional (5 questões);
Noções de Direito Administrativo (5 questões);
Código de Trânsito Brasileiro completo (12 questões e peso 3);
Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (8 questões);
Prova Discursiva – Redação.

 

PROVA DISCURSIVA – REDAÇÃO (Edital Detran SP)

 

A prova discursiva será aplicada para todos os candidatos inscritos no mesmo dia das Provas Objetivas. Será corrigida a avaliação dos candidatos habilitados e mais bem classificados nas Provas Objetivas de Conhecimentos Gerais e Específicos. O valor atribuído será de 0 (zero) a 10 (dez) pontos. Será considerado habilitado, o candidato que atingir a nota mínima de 6 (seis) pontos.

 

PROVA OBJETIVA CONCURSO DETRAN SP

 

As provas do concurso terão duração de 4h30 e serão compostas por uma prova objetiva com 60 questões (com cinco alternativas cada) e uma prova discursiva.

 

Agente Estadual de Trânsito (DETRAN SP) – Nível Superior

 

CONHECIMENTOS GERAIS (PESO 1)

Língua Portuguesa – 8
Matemática e Raciocínio Lógico-Matemático – 3
Noções de Informática – 3
Direito Constitucional – 3
Direito Administrativo – 3

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS (PESO 3)

Código de Trânsito Brasileiro completo – 25 – 3
Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito – 15

PROVA DISCURSIVA – REDAÇÃO – 1 (PESO 2)

 

Oficial Estadual de Trânsito (DETRAN SP) – Nível Médio

 

CONHECIMENTOS GERAIS (PESO 1)

Língua Portuguesa – 20 
Matemática e Raciocínio Lógico-Matemático – 5
Noções de Informática – 5
Noções de Direito Constitucional – 5
Noções de Direito Administrativo – 5

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS (PESO 3)
Código de Trânsito Brasileiro completo – 12
Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito – 8

PROVA DISCURSIVA – REDAÇÃO – 1 (PESO 2)

 

Para ter sua prova discursiva corrigida, o candidato deverá alcançar o aproveitamento mínimo de 60% da prova, não zerar nenhuma disciplina e se classificar dentro de 10 vezes o número de vagas previstas.

 

Edital Verticalizado Concurso Detran SP 2019

 

BAIXE AQUI O SEU EDITAL VERTICALIZADO DETRAN 2019

Receita Federal 2019: Tudo sobre um dos concursos mais esperados de todos os tempos

Receita Federal 2019: Tudo sobre um dos concursos mais esperados de todos os tempos

enter image description here

O concurso da Receita Federal 2019 está chegando e muito concurseiros já estão ansiosos. Também não é para menos, afinal de contas, são quase 2 mil vagas com remunerações que variam de R$ 11.639,24 a R$ 20.581,53.

E com uma remuneração tão atrativa como está, fica difícil não pensar na concorrência que este concurso é capaz de gerar.

Mas, se você realmente deseja conquistar uma vaga no concurso da Receita Federal, não pode deixar que esse fator lhe impeça de seguir adiante.

A carreira pública é uma das mais almejadas do Brasil. Além da estabilidade, o plano de carreira e os benefícios são bem chamativos. Por isso, é importante se preparar para vencer a concorrência e conquistar a tão sonhada vaga em um Concurso Público Federal.

Nesse artigo você irá conferir tudo o que precisa saber sobre o concurso da Receita Federal 2019. Desde os pré-requisitos, até como se preparar.

Então não deixe de ler esse post até o final!!!!

Quais os cargos serão disponibilizados no concurso da Receita Federal 2019?

enter image description here

O concurso Receita Federal 2019 é um dos maiores abertos pelo órgão. Ao todo, a entidade possui 19.789 cargos em aberto.

Mas nesse certame, o Ministério da Fazenda irá disponibilizar cerca de 2.083 vagas. Dessas, 453 serão para Analista Tributário e 630 para Auditor Fiscal.

É muito importante que você fique atento, pois todas as oportunidades são voltadas para quem possui Ensino Superior.

Para quem se candidatar ao cargo de Analista, a remuneração será de R$ 20.581,53.

Neste valor já está incluso o auxílio alimentação, que é um dos diferenciais desse processo.

Outra vantagem para quem conseguir passar no concurso da Receita Federal 2019, é que os cargos ofertados já se enquadram no Projeto de Lei (PL) 5.564/2016, que foi sancionado pelo Governo Federal. Dessa forma, ambos terão aumento salarial escalonado.

Essa é uma excelente oportunidade para quem deseja ingressar em um dos órgãos mais respeitados do País. Mas, fique atento, pois o edital ainda não foi aprovado. Isso quer dizer que podem haver alterações no processo seletivo.

>>Cursos para o Concurso Receita Federal<<

Gostou dessa oportunidade e deseja se preparar agora mesmo para este concurso? O Estratégia Concursos já possui cursos focados neste certame. Confira nos links abaixo:

Auditor Fiscal

Analista Tributário

Concurso Receita Federal 2019 – Curso de formação para Analistas e Auditores

enter image description here

Uma das dúvidas mais comuns dos concurseiros no que se refere ao concurso da Receita Federal 2019 é em relação à necessidade de possuir um curso de formação.

Muita gente acredita que apenas quem possui formação ligada aos cargos poderá participar do certame.

Se você é um deles, então pode ficar tranquilo. Os órgãos que estão organizando a prova já deixaram claro que, após a divulgação dos selecionados nas primeiras etapas, estes passarão por um curso de formação que será a etapa final do processo.

Essa é uma excelente notícia, pois você terá a garantia de uma especialização para ingressar no cargo.

Para quem se candidatar a Analista, o tempo de duração do curso será de 100 dias. Já quem vai prestar a prova para Auditor, terá uma capacitação de 60 dias.

Mas, ainda não existem informações sobre o conteúdo das especializações do concurso da Receita Federal 2019. Isso porque, o órgão está realizando algumas modificações na grade.

Estão sendo acrescentadas algumas aulas práticas, além de um reforço sobre Integridade Ética. De qualquer maneira você já pode se preparar para estudar depois de passar nas primeiras fases do concurso.

Carreiras e cargos do concurso Receita Federal 2019

enter image description here

Mesmo os concurseiros que já têm certa experiência prestando processos seletivos podem ter dúvidas sobre as carreiras do concurso da Receita Federal.

Por isso, nesse post vamos falar um pouco mais sobre a carreira de Analista e Auditor, até mesmo para que você conheça melhor cada uma delas.

Conhecer um pouco sobre o cargo que deseja concorrer pode ser um diferencial importante, que vai lhe ajudar a conquistar a vaga dos sonhos.

Portanto, fique atento e veja a seguir alguns pontos importantes sobre os cargos da Receita Federal que terão vagas disponíveis no próximo concurso e aumente suas chances de ser aprovado neste certame.

Índice de Eficiência Institucional

A primeira coisa que você precisa saber sobre as carreiras que englobam o concurso Receita Federal 2019 é que os cargos tem um bônus de eficiência.

Isso mesmo! Além das remunerações de cada função, você ainda pode conseguir um extra conforme for o seu desempenho no trabalho.

Esse bônus é calculado com base no Índice de Eficiência Institucional. Esse é um indicativo que tem justamente o objetivo de auxiliar a mensurar os trabalhos desenvolvidos pelos servidores do órgão.

Esse acréscimo é calculado mês a mês, e o seu valor é variável. Basicamente, ele funciona como uma espécie de bonificação pelo excelente serviço prestado por um servido em um determinado mês.

É importante ressaltar que o Índice de Eficiência Institucional ainda não foi implantado. Ele precisa ser aprovado via Decreto Presidencial.

Atualmente, a base de cálculo em vigor é de R$ 3.000 para auditores. Mas, ele deve ser atualizado, e será maior quando os candidatos que passarem no concurso Receita Federal 2019 começarem a atuar.

>>Cursos para o Concurso Receita Federal<<

Gostou dessa oportunidade e deseja se preparar agora mesmo para este concurso? O Estratégia Concursos já possui cursos focados neste certame. Confira nos links abaixo:

Auditor Fiscal

Analista Tributário

 

Pré-requisitos

Os pré-requisitos para os cargos deste processo seletivo ainda serão divulgados através do Edital Oficial do órgão.

Mas, tendo como base o Edital do último concurso, é possível afirmar que ambos os cargos só exigem a formação superior (em qualquer área de graduação) em cursos e instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação – MEC.

Essa era uma dúvida que estava deixando muita gente sem dormir. Boa parte dos concurseiros acreditava que apenas as pessoas formadas em áreas correlatas poderiam prestar o processo seletivo.

Então, já pegue seu lápis, livros e cadernos, pois o concurso Receita Federal 2019 poderá ser prestado por qualquer pessoa graduada no Ensino Superior.

Treinamento para porte de arma

É comum que em alguns concursos, além das especializações, tenham que realizar alguma outra capacitação. Afinal, eles precisam estar plenamente capacitados para assumir o cargo.

E com o Receita Federal 2019 não será diferente!!!

Os concurseiros que passarem nas vagas de Auditores Fiscais e Analistas Tributários passarão por um treinamento para obter o porte de arma.

Agora você deve estar se perguntando o porquê dessa exigência, certo?!

Bom, ainda será confirmado em edital, mas muitos profissionais serão designados para atuar diretamente em fronteiras e áreas de conflito. Além disso, entende-se que a função exercida, pode gerar ameaça ao profissional e a família.

Por isso que o Governo Federal estabeleceu que os profissionais destes cargos fossem devidamente treinados para ter o porte de arma.

Os selecionados do último concurso já realizaram o treinamento!!! Ele foi efetuado em Curitiba.

A princípio os selecionados do Receita Federal 2019 serão treinados para portar carabinas IA-2. Mas também há a possibilidade do treinamento com pistolas .40 que são as mais utilizadas pelos servidores.

O armamento de Analistas e Auditores que atuam no órgão foi concedido por meio de uma Medida Provisória 693/15, que alterou a Lei 10.593/02.

Nota de Corte

Ficar ligado na nota de corte é fundamental para os concurseiros, pois é ela que irá determinar se o participante poderá prosseguir no concurso da Receita Federal 2019.

Vale ressaltar que essa nota varia de concurso para concurso. Não existe uma média geral, isso porque, ela leva em conta as habilidades exigidas para cargo.

Por exemplo, em 2012, a nota de corte foi de 65%. Já em 2009 ela era de 81%.

A dica é ficar ligado no edital que logo será divulgado. Nele será elencada a nota mínima para cada disciplina.

Com base nas provas anteriores, os candidatos que conseguiram tirar a nota mínima em todas as disciplinas conseguiram ser aprovados e nomeados. Então se prepare!!!

Quais serão as disciplinas cobradas?

Apesar do Receita Federal 2019 não exigir uma formação superior em áreas diretamente ligadas ao cargo, é importante os concurseiros se preparem. Isso porque, várias disciplinas específicas caem na prova.

Além dos temas básicos (língua portuguesa, espanhol/inglês e Raciocínio lógico-quantitativo) também são cobrados: Administração Geral, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Contabilidade Geral, Legislação Tributária e Legislação Aduaneira.

Para quem vai prestar concurso para a vaga de Auditor, também são cobrados: Administração Pública, Auditoria, Contabilidade Avançada e Comércio Internacional.

O concurso da Receita Federal 2019 terá prova discursiva. Esse é um dos maiores medos dos concurseiros de plantão. O concurso Receita Federal 2019, terá sim uma prova discursiva, assim como outros processos seletivos do gênero.

Essa etapa tem um grande peso na posição final dos candidatos!!!

Isso mesmo! Só para você ter uma ideia, uma análise das últimas edições desse concurso mostrou que um candidato que foi bem nas questões objetivas, mas teve um desempenho inferior nas discursivas, ficou em 461º lugar.

Agora, o participante que teve o mesmo desempenho nas questões objetivas, mas um bom desempenho na prova discursiva, conseguiu ficar em 72º lugar.

Então trate de se preparar para essa etapa. Assim como acontece no Enem, geralmente essas perguntas acabam se relacionando com a área de atuação dos cargos.

Dica de ouro: Fique ligado no edital e faça simulados

Agora que você já viu todos os detalhes desse concurso, fique ligado no edital. E não se esqueça de fazer simulados com base nas provas anteriores.

Dessa forma, você poderá se preparar melhor para o concurso da Receita Federal 2019 e, assim, terá mais chances de conquistar uma das vagas disponíveis. Se preparando as chances de aprovação sempre são maiores!!!

>>Cursos para o Concurso Receita Federal<<

Gostou dessa oportunidade e deseja se preparar agora mesmo para este concurso? O Estratégia Concursos já possui cursos focados neste certame. Confira nos links abaixo:

Auditor Fiscal

Analista Tributário